Por que contratar um escritório de contabilidade?
20 de julho de 2017
Quais documentos devo entregar ao contador?
9 de agosto de 2017

Em que momento específico do ano a maioria de nós se lembra do contador? Pois é, quando o assunto é finanças os contadores são mais lembrados nos em que são feitos a declaração do imposto de renda. Mais quando devo procurar um contador? Em que mais eles podem me auxiliar?

Imposto de renda

O sistema de preenchimento para imposto de renda se tornou bem simples. Mas há as declarações mais complexas como, por exemplo, aquelas com vários dependentes, muitas compras, vendas, aplicações etc.. É nessa hora que você deve optar por contratar um contador.

Profissionais liberais

Os profissionais liberais (aqueles que têm formação universitária ou técnica e trabalha por conta própria ou como empregado tipo, médicos, arquitetos, dentistas..) também podem precisar de um contador, visto que para tais profissionais são obrigatórios o registro de suas atividades num livro-caixa onde o contribuinte deduz da receita despesas.

 

Ao abrir sua empresa

Ao abrir uma empresa o empreendedor precisa lembrar que alem do serviço de gestão  há também o planejamento financeiro, modelo jurídico da empresa, como ME/EPP, capital social, alocação, assessoria para que sua empresa opere de forma regular, com a menor carga tributária desde o seu inicio, licenças e autorizações e outras questões semelhantes. Lembrando que o inicio de um negócio é um momento crucial, pois um documento esquecido ou um calculo mal feito pode acarretar muito prejuízo a frente. Nessa hora ter um contador é um ótimo negocio.

 Na vida útil de sua empresa

Sua empresa está funcionando a todo vapor agora ta tudo ok, não preciso mais de um contador certo? Errado. Ainda assim o contador não está dispensado. Há balanços, fluxos de caixas, controle de orçamentos ,possíveis modificações da legislação brasileira referente ao recolhimento de impostos ou cobrança de tributos e muitas outras atividades que o gestor pode deixar nas mãos de um escritório de confiança, dessa forma você cuida melhor da gestão de sua empresa e se livra de surpresas desnecessárias.

Micro empreendedor individual

A lei complementar n°128 de 2008 diz que o MEI, com limite de faturamento em R$ 60.000,00 anuais, não é obrigado a contratar escritório de contabilidade, bem como está dispensado da contabilidade formal, não precisando escriturar nenhum livro. Mas para respeitar o limite do faturamento ele talvez precise de um controle como uma planilha de fluxo de caixa. E caso queira um serviço contábil realizado de modo mais profissional a melhor recomendação é contratar um contador. E ele será indispensável caso deseje conseguir, por exemplo, um empréstimo bancário devido a apresentação de documentos contábeis.

Eu me viro sozinho

Mesmo que decida cuidar de sua contabilidade sozinho, a dica é procurar um contador pelo menos na hora de declarar os impostos devido a burocracia envolvida, já que  qualquer erro pequeno pode ter conseqüências grandes.

Procure um profissional de confiança talvez por meio de um amigo visto que ele fará uso de todos os dados, documentos pessoais e informações sobre renda.  Também é possível verificar se a empresa é registrada no conselho regional de contabilidade (CRC) e associada ao sindicato das empresas de contabilidade do estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *